Esse site foi visitado: 2744718 visitantes.
 
 
Report OnLine - Área Exclusiva para Clientes
Login   Senha      


 ABC EXPURGO UM PASSO À FRENTE NO CONTROLE DE PRAGAS    info@abcexpurgo.com.br
BUSCA  

ARTIGOS TÉCNICOS

TELHADOS VERDES PODEM MUDAR A PAISAGEM E O CLIMA DE GRANDES CIDADES

OS TELHADOS VERDES ABSORVEM ATÉ 70% DAS ÁGUAS DAS CHUVAS, ABSORVEM CALLOR E REDUZEM A TEMPERATURA DA CASA EM ATÉ 30%, ALÉM DE ISOLAR O SOM EM ATÉ 40 DECIBÉIS


A prefeitura de Nova York criou subsídios para estimular moradores e empresas a plantarem hortas urbanas no telhado das casas e prédios comerciais. São os chamados green roofs (telhados verdes). Aprovada no ano passado, a lei que permite abatimentos em impostos no valor de até U$ 100 mil ao ano já resultou em uma cobertura verde que soma 87,7 mil de metros quadrados - ou 10% da área construída da cidade - segundo o jornal The New York Times.

Entre os benefícios estão a absorção de até 70% das águas das chuvas, o que ajuda a evitar também enchentes, e redução no consumo de energia, uma vez que as plantas absorvem o calor e podem reduzir a temperatura dentro de casa em até 30%, fazendo diminuir o uso de ar-condicionado no verão.

As plantas também ajudam a isolar o som - uma cobertura com 12 centímetros de verde pode reduzir o barulho que vem da rua em até 40 decibéis. Escolas e universidades nova-iorquinas também adotaram hortas próprias para abastecer as lanchonetes e cafés.
E a iniciativa se espalhou por outras cidades americanas.

Para estimular o crescimento das hortas urbanas pelos Estados Unidos, um grupo de empresários e organizações civis formaram a Green Roofs for Healthy Cities (Telhados Verdes para Cidades Saudáveis), segundo a qual o número de telhados verdes aumentou em mais de 30% no país em 2008. A organização defende que a impermeabilidade dos telhados verdes faz com que durem duas vezes mais do que os convencionais e precisem de menos manutenção. (Agência Estado)
21/8/2009

 

Al. Dom Pedro de Alcântara 618, São Bernardo do Campo - SP. CEP: 09771-281
NÃO TEMOS FILIAIS NEM REPRESENTANTES