Esse site foi visitado: 1978659
 
 
Report OnLine - Área Exclusiva para Clientes
Login   Senha      


 ABC EXPURGO UM PASSO À FRENTE NO CONTROLE DE PRAGAS    info@abcexpurgo.com.br
Al. Dom Pedro de Alcântara 618, São Bernardo do Campo - NÃO TEMOS FILIAS NEM REPRESENTANTES
BUSCA  

 

HISTÓRIA DA ABC EXPURGO
PEQUENAS EMPRESAS GRANDES NEGÓCIOS 1995


08/06/2011



A ABC EXPURGO SERVIÇOS ESPECIALIZADOS LTDA foi fundada em 1973 com o objetivo de prestar serviços de qualidade na área de controle de pragas. Na ocasião, o mercado em S. Paulo de uma forma geral era extremamente carente em termos de tecnologia de trabalho. As empresas que atuavam no mercado trabalhavam  dentro do padrão do serviço “molha rodapé”, ou seja, um controle bastante incipiente e sem resultados, pois as empresas, de uma forma geral, apresentavam altos índices de infestação de insetos e roedores.

Em 1977 a ABC EXPURGO inaugurou sua sede própria em S. Bernardo do Campo, SP, com 500 m2 de área construída, baseando-se inclusive na nova legislação que iria vigorar a partir do ano seguinte no Estado de São Paulo – Decreto Lei nº 12342 e nº 12479 de 1978.

A ABC EXPURGO foi, gradativamente, criando no mercado um nome de bom atendimento, bons serviços e o que era melhor, bons resultados. Seus equipamentos eram todos importados, o que era bastante raro na época, e foi possível aprimorar os serviços do ponto de vista de apuramento técnico.

A ABC EXPURGO colecionou uma carteira de clientes que incluiu praticamente toda a indústria automobilística

 GM do Brasil

Mercedes BenZ

Saab Scania

Pirelli

TRW

Metal Leve

Cofap

Fontoura dentre outros

Bem como seus fornecedores, além de atender às indústrias químicas

Unipar

Oxiteno

Petrobrás

Bombril

e outros,

 farmacêuticas tais como

Roche

EMS

Kolynos

Lab. Wyeth Whitehall

Pfzier

Eli Lilly dentre outros,

Embalagens –

 Nilpel

Tredegar

Dixie Toga

Itap

Shellmar e alimentícias –

 Leite Paulista

Yakult

Yoki  e demais segmentos.                      

Mais recentemente, a ABC EXPURGO expandiu a sua sede agregando mais 1000m2 de área construída, o que permitiu uma melhor acomodação dos setores produtivos e administrativos. Adicionalmente, foi criado um novo Centro de Treinamento, com capacidade para 50 pessoas, além de um Grêmio equipado para os funcionários.

A filosofia da ABC EXPURGO é oferecer um trabalho honesto, mostrando que o controle de pragas é um trabalho de parceria e atuação empresa-cliente. Não é possível controlar pragas sem que o cliente esteja plenamente consciente da sua importante participação no processo.

Em meados de março de 2004, sete meses após a Certificação ISO 9001:2008, a organização da ABC Expurgo reforça a preocupação da Empresa com as questões ambientais, através da busca pela implantação da norma ISO 14001:2004.

A atividade de Controle de Pragas por si só é potencialmente uma atividade poluidora, portanto a ABC Expurgo analisa criticamente e avalia o seu sistema de gestão ambiental (SGA) de forma a identificar oportunidades de melhoria e assegurar sua implantação.

O aprimoramento contínuo do SGA visa promover melhorias adicionais no desempenho ambiental, além de agregar valor ao serviço prestado pela ABC Expurgo aos seus clientes.

A educação e conscientização são também objetivos da ABC EXPURGO. Assim, ela edita regularmente um boletim informativo – Insetos & Cia – que é distribuído eletronicamente (email) gratuitamente, quinzenalmente, a um universo de 5.000 pessoas, das mais diferentes áreas, porém, preferencialmente relacionadas com o controle de pragas. Este material está também disponível na home page, atualizado.

A inauguração do MUSEU VIVO BICHO PAU em 2002 foi um grande passo na direção da conscientização da juventude nos aspectos preventivos do controle de pragas urbanas. Atualmente o Museu recebe cerca de 3000 visitantes ao ano originários de Escolas públicas e privadas da Região. O Museu abriga insetos variados, pragas ou não, e os alunos são introduzidos desta forma ao conhecimento da entomologia e a discernir entre os insetos praga e aqueles que podem ser maléficos à saúde.

 


31/03/2011